JOGO ASTROLOGICO

JOGO ASTROLOGICO

Pelotas 2012

Pelotas 2012

Oficina em Pelotas

Oficina em Pelotas

Em Pelotas 2012

Em Pelotas 2012

Pelotas 2012

Pelotas 2012

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

KÁ COM OS MEUS BOTÕES!




Reza a lenda que, a priscas eras, os botões tem a ver com o universo feminino.
Costurar, pregar botões, abotoar, botar...mas, de qualquer forma é exatamente isso que importa.

Como andam as relações? As de casais....dois a dois...de todos os tipos!?
É dificil saber ao certo, são tantas formas de amar, tantos jeitos de ser...
Certo é que nos relacionamos e, talvez, evoluimos dentro delas.
Exercer nosso lado libriano de ver o outro, estar com o outro, focar o outro, respirar o outro...
isso tudo vai criando um outro ser, com o qual precisamos interagir quando estamos.
Esse é o mapa composto, uma relação enquanto entidade, enquanto união de dois, botão e casa.

E vamos indo....para chegar a aquário o terceiro signo do elemento ar (dos relacionamentos).
Como se relacionar nesse inicio de era aquariana? Que compreende o coletivo, o estar com mais
pessoas, o se relacionar com mais seres, criando mais composições interativas...redes.
Parece que o que vai acontecendo com uma relação em particular passa por toda a rede, fricciona diversos
corações, atinge antenas sintonizadas.
Já não somos apenas casais diferentes, somos iguais!!Iguais em contato, em anseios e ansiedades.
Somos humanos enfim...desde que todos os sentimentos temos!
E nos amarramos, nos entramos, nos fundimos e nos confundimos....o que é amar??
É possível amar sem se perder, sem se fundir, uma vez na vida, com o outro, ou ser o outro ser.
É possível se achar em si mesmo sem o outro? E se ficar só com o outro é só ficar consigo? Assim sozinhos ficamos....
Andamos por onde outros andam...mas nunca andaram.... porque somos nós que andamos.
E quando nos chamam, será amam? Então que precisamos aprender a mais que um amor ou a amar a mais que um.

Pois assim me sinto agora, tenho uma sensação de algo... Uma vibração na rede!! Algo se mexendo forte, atento,confiante.
Fazia tempo que não me sentia assim, algo havia se apagado, se acomodado, se aquietado.
Mas agora vibram as ondas, uma sensação de ter que contribuir com meu quinhão.
Sinto os meus Amigos, mesmo que a distância finja isolamento ou qualquer coisa fria.
Sinto cumplicidade e possibilidade para esse momento. Vejo mais e me permito ir além, quero todos Amigos andando....
E a rede se mexe! Tudo balança, dança, vibra num som mântrico...à frente algo maior, forte e íntegro.
Estar conectado, ser conectado, deixar passar e contribuir com nossa nota musical única...aí está a força.
Acelerou-se a caminhada, a impermanência se foi, ficou... permanente, mas permanece noutro estágio, o do movimento.
Tudo gira!
E por onde os relcionamentos vão? Vão por aí afora...é possível o afeto...desde que se entre! Não adianta raspar...
De nada vale pegar o ônibus se não se olhar pela janela. Não basta sentar e esperar, é preciso olhar, não dá para esquecer
assim no mais, é preciso lembrar....o futuro é feito de lembranças!
O vento agita as árvores...elas respondem, o som se faz e tudo respira, penso ká com meus botões...abotoei-me!
Quem sabe não seria o feminino a fé menino!?
A Fé do momento Sagitariano onde tudo se amplia, onde se cremam pendências de uma água passada.
Parece que Kíron abriu a porta, encontrou a chave!
FÉMENINO!!

duastro@terra.com.br

Um comentário:

Amanda disse...

Que lindo Du! Fé menino! A vida tem me pedido confiança, a vida tem pedido a mão, entrega. E sinto (lua na casa 12) que isso é um pedido que está fazendo a todos. Possamos nos entregar à vida. Possamos aprender isso na entrega ao outro. Possamos apreder a curar nossas feridas! Que Kíron nos ensine! E se ele não mais está no nosso sistema, vibra em nós! E nessa rede, estamos conectados com todas as galáxias. Estamos conectados.