JOGO ASTROLOGICO

JOGO ASTROLOGICO

Pelotas 2012

Pelotas 2012

Oficina em Pelotas

Oficina em Pelotas

Em Pelotas 2012

Em Pelotas 2012

Pelotas 2012

Pelotas 2012

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Sobre previsões e futuros


Entre os dias 6 e 7 de agosto deste ano, conforme muitos de nós já temos tomado contato, seja através de emails, leituras ou conversas por aí, haverá uma confluência de posicionamentos planetários bastante forte no céu. A oposição de Urano e Júpiter em Áries com Saturno em Libra é uma delas, e que na verdade já está acontecendo.

Nesses dias em especial, a Lua, que possui movimento mais rápido do que os outros planetas, estará em câncer, fazendo oposição a Plutão em capricórnio e quadratura com tudo aquilo ali em cima. Isso significa que nossa sensibilidade lunar estará frente a frente com a sombra de um processo de desenvolvimento socioeconômico em queda e tencionando nossa relação com os outros e com agente mesmo. Estaremos então sensivelmente conectados com a fragilidade das instituições, das autoridades vazias, da falta de limites claros e coerentes; assim como sensibilizados com nossa inaptidão para nos relacionarmos dentro de um mundo que pede novas fronteiras identitárias.

Com a Lua em Câncer é momento de arrumar a casa. Mas que casa é essa?

No caso especificamente da oposição Lua-Câncer Plutão-Capricórnio, passado e futuro (no sentido daquilo que já está em andamento), subjetividade e objetividade, vida íntima e vida pública colocam-se em posições opostas e necessitam entrar em acordo.

A visita de Plutão ao signo de Capricórnio traz à tona as falhas do sistema social e econômico vigente, suas incoerências, seus excessos, suas feridas, escancarando para nós que a tal sociedade nada mais é do que uma versão em macro das nossas próprias incoerências e limitações humanas.

Uma parte de nós exaure-se, chega ao limite, está estéril. A sua reprodução pura e simples leva à morte e aniquilação. A criatividade saiu de moda.

A criatividade saiu de moda?!

Netuno em conjunção com Kíron no finalzinho de Aquário fará um aspecto favorável com essa oposição, trazendo com isso uma pista sobre nosso futuro antes de se lançar de vez ao mar: processos de sofrimento e cura da nossa fé em um futuro novo e original, cri-a-tivo. Você está contra ou a favor dos novos ventos?

Logo em seguida, em Peixes, Netuno e Kíron testarão nossa confiança no fluxo incessante da vida. Seremos capazes de confiar no fluxo dos acontecimentos? E não me refiro a uma aceitação seletiva da vida: isto eu aceito, isto não. Falo de aceitá-la na sua totalidade, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza. Um casamento com a vida à moda antiga...

Uma confiança plena no aqui e agora. Ou será que você prefere apostar que existe uma forma mais apropriada para as coisas acontecerem, suspendendo assim a vida até que esta lhe caiba melhor?

Pura perda de tempo.

Urano e Júpiter em Áries indicam que o novo já começou, está começando e que o momento é de coragem e abertura. Mas, importante, começa aí, aqui, dentro de cada um.

Muitas pessoas me perguntam sobre esse momento cósmico astrológico. Afinal o que vai acontecer? O céu cairá sobre nossas cabeças? Sinceramente não me interesso por previsões em grande escala, para mim, elas são antiprodutivas. Penso que enquanto procuramos fora os acontecimentos, estamos alienados de nós mesmos e dos movimentos sutis e grandiosos que já estão acontecendo. Dentro de cada um.

Então, o telefone tocou? Um trabalho foi cancelado? Uma emoção surgiu? Estou em crise, com medo, com sede, sozinho? Conecte-se e envolva-se com o que está acontecendo agora. Com você e sua comunidade, seus amigos e familiares. Nada é mais importante. Nada.

Entre na onda e faça moda

Os fatos são palpáveis, o fluxo não. Somos partícula e onda, figura e fundo, início e fim, a parte e o todo.

Sim, é importante olharmos para os fatos, as partículas, os conceitos, os objetos, a tal “realidade”. Fato virginiano.

Mas ao mesmo tempo, a física atual e o budismo milenar nos ensinam que a porção onda só surge quando deixo de tentar apreender o objeto... E então, entramos no reino de Netuno, nossa parcela onda, fluxo, fato pisciano, onde tudo o mais comunga em liberdade, movimento e possibilidade. E quem é do mar está mais que habituado a saber que quando a maré não tá para peixe é melhor deixar assim mesmo.

E então, Netuno, nossa inteligência onda, estará nos dias 6 e 7, formando um trígono com a Lua trazendo um reforço mais que necessário para esse grande útero criador que precisará gestar um novo futuro.

Minhas previsões?

“Eu vejo um novo começo de era, de gente fina elegante e sincera. Com habilidade pra dizer mais sim do que não...

Hoje o tempo voa amor, e escorre pelas mãos, mesmo sem se sentir. E não há tempo que volte amor, vamos viver tudo que há pra viver, vamos nos permitir.”


Abraços,

Carolina

Um comentário:

António Rosa disse...

Carolina

Gostei muito do seu artigo. Parabéns.