JOGO ASTROLOGICO

JOGO ASTROLOGICO

Pelotas 2012

Pelotas 2012

Oficina em Pelotas

Oficina em Pelotas

Em Pelotas 2012

Em Pelotas 2012

Pelotas 2012

Pelotas 2012

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

JANELA ABERTA NA CASA 4

Cá estou na cozinha da casa, na
poltrona da cozinha, na minha
casa 4 o reino em que tenho
Netuno no signo de escorpião.
Na mesa Inês produzindo arte,
diga-se mandalas em batik.
O som que vem do mezanino toca
Pat Metheny antigo, daqueles que
escutávamos ao viajar para longe no início dos 80...
ele vai levando a alma ao reino da contemplação.
Olha para fora da janela, árvores, muito verde
e o céu da tardinha acinzentado e tudo
meio parado. O som continua conduzindo a alma,
Inês absorta parece ser a própria arte. E então?
Onde estou? Que horas são no universo astrológico??
Ah sim...deve ser Júpiter conjunto Lua aquário,
hora de ver coisas em casa! Ah e tem ainda Kíron e
Netuno também em aquário....ver e ouvir muitas coisas
além das coias, sentir e curar-se....
E tudo isso vai acontecendo naturalmente, há uma espécie
de conexão mágica, um deixar-se estar mais confiante.
A janela está aberta, o cinza lá fora mescla-se às cores
do batik...a música toca.
Algo pára como se alcança-se um elo de compreensão,
uma conexão atemporal, um relaxamento no espaço.

A mente por um momento se ajusta, não precisa ira a
lugar algum, não ansia pelo momento seguinte,
respira o ar que ali está, ouve o som que se apresenta.
Não importa a hora, não importa o problema que sempre
se impõe, a morte que ameaçava, a insegurança que
atormentava...Tudo foi embora por algum tempo pela
janela aberta, pela música que toca.....
Ahhh não é preciso ser diferente disso que acontece!
Essa sensação é plena, é um fundir-se pisciano,
um preenchimento de alma. Daí me vem à mente
os meus Amigos(lua/aquário), as pessoas com as quais
estou conscientemente unido, os nós mais visíveis
da rede. E sinto suas questões, suas alegrias, angústias,
seu viver como se fossem os meus...e são!!
Os laços são fortes, independem da vontade pessoal,
há uma costura que tece o grupo, que sustenta e
dá sentido às respirações diárias.

Volta e meia me dá uma sensação de que tudo
está errado, de que não tem jeito mesmo.
Vem aquele sentimento de rejeição quando algo foge
do meu jeito de sempre ser; quando aquilo que eu não
quero que aconteça insiste em me perseguir e
me espreita, fico irado e quero fugir correndo, me isolar.
Que coisa mais maluca essa diferença de estados
de humor (coisa de ASC em câncer).
Hoje completamente entregue, embevecido de
um relaxamento transcendente fico imaginando que
está tudo certo como está, que não é necessária
tanta aflição para organizar aquilo que se auto-organiza,
que se auto-regula. A presunção de saber como algo
deve ser e funcionar já não cabe mais quando se entra
num estado mais suave consigo e com tudo.
Não há necessidade de queimar neurônios, adoecer
espaços sanos dentro de nós ou poluir o psiquismo
coletivo com a nossa própria egotrip.

De repente me bate aquela noção de liberdade de
que sou possível de qualquer jeito, em qualquer forma.
Agradeço a possibilidade de ter encontrado a meditação,
os ensinamentos éticos de Amigos, de grandes mestres
e ter a possibilidade de compreendê-los.
Me sinto profundamente grato de poder abraçar,
receber e ser recebido!

GRACIAS,GRACIAS,GRACIAS.....
Beijo Amigo
Du

5 comentários:

Patiross disse...

Bah !

Anônimo disse...

Lindo, Du!Que saudades!Faz tempo que quero comentar!Adoro teus textos!Me faz viajar daqui da Croacia ate os ares dai!!Da uma saudade, aperta o coracao, mas e uma saudade boa, bonita!!!
To indo no fim do ano pra ai!!Espero que um dia possam nos visitar aqui em Zagreb!As portas estao abertas da casa nova!!
Um beijo com muito carinho pra ti e pra Ines. Marilia Coelho de Souza

Romar disse...

Nossa! Muito tri, me fez lembrar que preciso praticar mais, estou. Estou começanado a criar uma rotina prática em casa prá ter mais tempo prá relaxar. As coisas estão se ajeitando!!!
Um Beijo na Inês!!!
Até quinta!!
Romar e Juli

Shana disse...

LINDUDU!

Anônimo disse...

Oi, Du , muitas vezes tenho vontade de fugir , de correr tanto até não acabar mais....... uns conseguem ,outros não conseguem......mas afinal conseguir o que? se as coisas não estão dando certo é melhor parar e relaxar mesmo, mas não é fácil, mas como tu mesmo uma vez disse , se fosse fácil não teria graça, ai...ai..., é até engraçado, mas não é, né? E o peixes atrapalha mesmo....Um abraço para a Inês, que parece uma fortaleza, parabéns à ela!e um pra ti também.Que foto linda! Sofia